terça-feira, abril 11, 2006

«A Ciência e a Matemática não formam cidadãos. Só a Arte o pode fazer. A conclusão é de António Damásio, que refere haver cada vez mais uma distância entre as facetas cognitivas e as emotivas. As afirmações do investigador foram proferidas na sua intevenção na Conferência Mundial sobre Educação Artística, que decorreu no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, entre 6 e 9 de Março de 2006. O afastamento deve-se, na sua opinião, à ênfase dada a disciplinas como Ciência e Matemática em prol do desleixo para com a Arte. Se a educação mantiver este desequilíbrio, "irá piorar as relações sociais e a criatividade", alerta o investigador, e adianta que "as emoções funcionam como classificadores de acções e ideias. Sem elas servindo essa função, viveremos em pura racionalidade. Este afastamento do cógito à emoção pode levar-nos a indivíduos sem moral".

Damásio salienta também a importância da Educação Artística no desenvolvimento da Economia, baseada em inovação e criatividade - capacidades que as artes desenvolvem.»

"Pontos nos ii"
nº 4, Abril de 2006

1 Comments:

Blogger Ana Paula said...

Um blog excelente! Os meus sinceros parabéns!
A divulgação científica é cada vez mais importante.
Gostei imenso e se me permite, gostaria de deixar ficar o seu link no meu blog ainda incipiente.

6:03 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home